Sexta-feira, 21 de Maio de 2010

Sobre o Impacto da Mexida no Rating de Portugal por Parte da Standard & Poor’s (II)

Ora viva. Estamos de volta. Directo à Questão.

 

Na continuação da nossa última reflexão, tentamos hoje perceber o impacto do corte em dois níveis do rating de longo prazo da dívida portuguesa de A+ para A- por parte da agência de notação financeira Standard & Poor’s.

A Standard & Poor's é uma divisão do grupo McGraw-Hill que publica análises e pesquisas sobre bolsas de valores e títulos. É uma das três maiores companhias nesse segmento, ao lado da Moody's e da Fitch Ratings.

A história da Standard & Poor's tem início em 1860, quando Henry Varnum Poor publica o History of Railroads and Canals in the United States. Esse livro foi uma tentativa de compilar o máximo de informações sobre as companhias ferroviárias americanas. Henry Varnum fundou então a H.V. and H.W. Poor Co em parceria com seu filho, Henry William, que passou a publicar edições anuais actualizadas desse livro, divulgando os dados de cada ano.

Em 1906, Luther Lee Blake fundou o Standard Statistics Bureau, tendo em vista o levantamento de informações financeiras sobre companhias não ferroviárias. Ao invés de uma publicação por ano, a Standard Statistics efectuava actualizações mais frequentes.

A Standard & Poor’s, tal como é conhecida hoje, surgiu em 1941 com a fusão da Poor's Publishing (a companhia sucessora da H.V and H.W Poor Co) com a Standard Statistics, tendo então passado por uma reestruturação que a conduziu ao actual modelo de negócios. Em 1966, a Standars & Poor’s foi adquirida pela The McGraw-Hill Companies, se tornando a divisão financeira dessa conhecida editora mundial.

A Standard & Poor's é a mais conhecida e reconhecida agência de rating de crédito. Enquanto tal, fornece ratings de crédito para o défice de companhias públicas e privadas. É uma das muitas agências de rating que foram designadas pela Nationally Recognized Statistical Rating Organization pela U.S. Securities and Exchange Commission.

As classificações da S&P vão de uma escala AAA a D. Os Ratings intermédios são oferecido em cada patamar entre AA e CCC (como por exemplo, BBB+, BBB e BBB-). Para alguns empréstimos, a Standard & Poor’s pode também oferecer informação (credit watch) com a seguinte denominação: positive, downgrade ou negative e uncertain ou neutral.

Apesar de alguma descredibilização actual das agências de rating, sobretudo depois de nenhuma delas ter sabido prever a crise económica mundial despoletada em 2008 pela falência do Lehman Brothers, quer a Standard & Poor's, quer a Moody's, quer a Fitch continuam a constituir as fontes de referência na obtenção dos ratings de crédito das dívidas públicas e privadas. Como tal, um corte nos níveis do rating de longo prazo da dívida de um país como Portugal coloca uma inevitável pressão sobre a dívida, fazendo subir os juros e penalizando os mercados bolsistas.

 

 

Até para a semana. Directo à Questão.

 

 

publicado por Ricardo às 10:05
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A crise de Portugal vista...

. Como Joana Vasconcelos pu...

. Sobre o Impacto da Mexida...

. Sobre o Impacto da Mexida...

. Algumas Reflexões Sobre o...

. Algumas Reflexões Sobre o...

. Algumas Reflexões Sobre o...

. Os Cinco Anos Sobre a Abe...

. D. Pedro I – Entre a lend...

. A Criança com Epilepsia

.arquivos

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds