Quinta-feira, 24 de Setembro de 2009

Madrid e Barcelona: Verdadeiros banquetes para os sentidos

 

Ora viva. Estamos de volta. Directo à Questão.
 
Chamam-lhe a Nova Iorque europeia. Eu chamar-lhe-ia a capital de todas as emoções. Arte e prazer combinam-se excepcionalmente numa cidade repleta de luz e de sentimento. Cosmopolita mas familiar. Uma tentação em cada esquina. Assim é Madrid.
A oferta dos museus é irrecusável: Guernica, a obra-prima de Picasso, merece cada segundo de contemplação, no Rainha Sofia. A Porta do Sol irradia claridade: a Plaza Mayor e os Jardins do Palácio Real completam a magia, iluminado sobre o visitante. Os bares de tapas, cafés e irresistíveis restaurantes são um deleite para os sentidos: só o Passeio do Prado conseguiria deleitar-me deliciosamente. As rotas de El Greco e de Velásquez convivem maravilhosamente com a modernidade dos arranha-céus nas “Portas da Europa”: no contexto de uma peculiar arquitectura dos anos 20 particularmente cuidada, Madrid parece ter sido tirada directamente de um conto de fadas.
Poucas cidades acolhem assim. Madrid é uma pérola no meio da Ibéria.
Mas Barcelona é tudo isso e muito mais. Barcelona é, pura e simplesmente, uma das mais vibrantes e emocionantes cidades europeias. É impossível ficar indiferente ao seu cosmopolitismo (que encontra o seu expoente máximo nas deliciosamente intermináveis Las Ramblas), à sua gastronomia (com as inevitáveis tapas e a improvável surpresa que é o fabuloso Restaurante Market - absolutamente obrigatório!!), à cor e à luz que dela irradiam (em locais como a Fonte Mágica ou a Torre Agbar) ou ao verde mágico de Montjuic e Tibidabó (e, claro, do imponente Parque Güell).
Mas o que realmente surpreende em Barcelona é a arte. Não bastava conjugar majestosamente os elementos urbano (com toda a monumentalidade da zona histórica, do Bairro Gótico ao Poble Espanhol) e natural (com as inebriantes paisagens em harmonia citadina, tendo o azul do Mediterrâneo como fundo). Não bastava tudo isso e tudo o que de mais foi dito. Barcelona consegue ainda transpirar arte em cada um dos seus mais recondidos recantos. Por tudo isso e tudo o que de mais será dito, esta Barcelona de Dali, de Picasso, de Miró, mas sobretudo de Gaudí, é uma cidade quase perfeita.
A Sagrada Família é o expoente máximo da grandiosidade da cidade e do próprio Antoni Gaudí. Nela, o autor trabalhou quarenta anos, até morrer. A sua construção iniciou-se sob o conceito de templo expiatório, pelo que foi financiada desde o início exclusivamente a partir de esmolas de particulares. Ainda hoje continua a ser construída a partir de donativos e receitas provenientes das entradas dos visitantes. A sua conclusão está prevista para 2030. Conjuntamente com obras como a Casa Milá (La Pedrera), a Casa Batló (A Casa dos Ossos) ou a Casa Vicens, Barcelona revela em cada esquina toda a singularidade do mestre Gaudí. Poucos artistas terão esse mérito de poder dizer - e fazer - sua uma cidade.
Nestas terras de magia, falta sempre visitar qualquer coisa. Falta sempre (re)descobrir um lugar, um espaço, um som que ficou para trás.
 
Até para a semana. Directo à Questão.
publicado por Ricardo às 16:43
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A crise de Portugal vista...

. Como Joana Vasconcelos pu...

. Sobre o Impacto da Mexida...

. Sobre o Impacto da Mexida...

. Algumas Reflexões Sobre o...

. Algumas Reflexões Sobre o...

. Algumas Reflexões Sobre o...

. Os Cinco Anos Sobre a Abe...

. D. Pedro I – Entre a lend...

. A Criança com Epilepsia

.arquivos

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds